Não perca nossa promoção de camisetas! | Quer comprar pelo whatsapp? Clica aqui ⬅️

Você sabe como a cerveja é produzida?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Não tem como negar: praticamente todos os homens gostam de uma cervejinha. Essa bebida feita, tradicionalmente, de cevada cai perfeitamente nos dias mais quentes, para refrescar, e reúne os amigos como ninguém.

De tanta popularidade, a cerveja ganhou diversas outras produções, com diferentes sabores e até mesmo sem álcool, feita para agradar todos os paladares e fazer parte dos melhores momentos com a turma, com a família, nas comemorações ou naquele churrasco do fim de semana.

Mas, mesmo estando tão presente no cotidiano do universo masculino, poucos sabem como a cerveja é produzida. Por isso, trazemos esse artigo especial, contando algumas curiosidades sobre essa bebida e o que torna seu sabor tão especial.

A origem da cerveja

 

Acredite se quiser, desde que o mundo é mundo, a cerveja é consumida e apreciada pelos homens. Historicamente, há mais de dez mil anos já se realizavam estudos com a cevada e sua fermentação, embora a receita estivesse longe de se tornar a cerveja como nós a conhecemos hoje.

Existem evidências de que a prática da cervejaria tenha se originado definitivamente na Mesopotâmia, que cultivava bastante cevada, ingrediente principal da bebida. Documentos indicam que as primeiras cervejas feitas foram uma espécie de acidente – os cereais fermentavam e produziam uma bebida que “alegrava” os povos que a consumiam, e logo o líquido se tornou popular.

Desde então, a cerveja passou a correr o mundo, a partir do Egito, passando pelo Império Romano, chegando na Britânia e dominando os países europeus. Antigamente, a cerveja era bem diferente – mais amarga, forte e escura, muitas vezes substituindo a água.

O nome “cerveja” tem origem latina, pois os povos chamavam a bebida de cerevisia, em homenagem à deusa Ceres, da agricultura e fertilidade.

Na Idade Média, até mesmo conventos realizavam a fabricação da cerveja, e monges a consumiam enquanto reproduziam manuscritos. Pequenos produtos locais descobriram sua fórmula e também passaram a fabricar. Não demorou para a cerveja cair nas graças do povo, e a bebida tornou-se, definitivamente, popular.

As cervejarias se tornaram locais de discussões importantes, e cervejeiros – como eram chamados os produtos de cerveja da época – tinham papel de relevância na sociedade.

Claro, hoje em dia, com as novas tecnologias, a cerveja possui um gosto bastante diferente dos séculos passados, com mais qualidade, mas sua fórmula base se mantém tradicional, a partir dos cereais, e continua agradando a todos seus consumidores.

O processo passo a passo

 

Embora existam muitas variações nos dias de hoje, a receita básica para se produzir cerveja ainda é a mesma, e pode, inclusive, ser feita em casa. Basicamente, é apenas água, leveduras, lúpulo e malte.

Leveduras são micro-organismos responsáveis pela fermentação, o lúpulo serve para dar aquele sabor amargo característico e o malte se origina do cereal utilizado na fabricação – geralmente a cevada, mas pode ser trigo, milho ou arroz.

O primeiro passo é conseguir o malte, através dos grãos do cereal escolhido. Umedecendo e deixando germinar, as enzimas produzidas quebram o amido e as proteínas, dando a cor, a qualidade e a espuma da cerveja.

Depois, ao torrar os grãos, o amido se torna açúcar, que, quando aquecido, se transforma em álcool. No tanque, são adicionados o restante dos ingredientes. Com o fermento, a mistura fica no processo de fermentação por aproximadamente cinco dias.

Na fase de maturação, a bebida é levada a baixas temperaturas e tem seu sabor acentuado. Em seguida, é filtrada e colocada em garrafas ou latas, para pasteurizar.

Todo o processo leva em torno de 20 a 30 dias, dependendo da cerveja escolhida. Há algumas especificações, como, por exemplo, se for chope, não passa pela pasteurização, e algumas sofrem maturação mais alta ou baixa.

Cerveja para todos os gostos

 

A cerveja é uma das bebidas mais simples de serem produzidas, e, caso forem artesanais ou caseiras, podem levar o toque de personalização de todos os gostos – com diferentes tipos de cereal, sabor e aromas mais acentuados, mais forte ou mais fraca, sem álcool, com acompanhamentos. É possível tanto produzir quanto comprar todo tipo de cerveja.

Agora que você se tornou um expert no assunto de cervejas, que tal convidar os amigos para uma social no bar, ou chamar a galera para experimentar sua própria cerveja? Já pensou em que roupa usar?

A Escolta possui as melhores peças para todas as ocasiões, com qualidade e conforto que vão deixar cada momento ainda mais especial, até mesmo beber cerveja!

autora_mayara

Graduada em Comunicação Social, com Habilitação em Jornalismo, pela Universidade Estadual Paulista. Desde 2018 escreve conteúdo para web e tradução livre. E está na Revista Escolta desde nossa concepção.

Mayara Marques

Veja mais artigos

QUER 15% DE DESCONTO?

Faça parte de nossa lista e ganhe um cupom de 15% para sua primeira compra, 
e claro, receba novidades e ofertas. 

Pesquisar escolta.com.br

Login

Criar uma conta

Seus dados pessoais serão usados para aprimorar a sua experiência em todo este site, para gerenciar o acesso a sua conta e para outros propósitos, como descritos em nossa política de privacidade

Recuperação de Senha

Esqueceu da sua senha? Digite seu email cadastrado e você receberá um email com instruções para criar uma nova senha.

SACOLA (0)

in Nullam sed adipiscing venenatis, nunc ipsum ut
Pesquisa sobre o site

Leva 1 minuto apenas

Nossa pesquisa foi desenhada para não tomar muito do seu tempo e nos ajudar a melhorar nosso site para você!

Como agradecimento, você receberá um cupom de desconto.

Cadastre-se e receba em primeira mão nossos novos conteúdos.

Você também receberá um cupom de 15% de desconto válido para sua primeira compra.

COMPARTILHAR SACOLA